Home

Aracati
Posição no mapa


 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação: 11/04/1747.         

Instalação:
: 10/12/1748.                  
Toponímia:
"Aragem Cheirosa" e "Tempo Bom".                                                    Variação Toponímica: São José do Porto das Barcas, Cruz das Almas e Santa Cruz do Aracati.                                              
Padroeira:
Nossa Senhora do Perpétuo do Socorro.                                                  
Dia
: 08/10.
Arquitetura Antiga: Antigo Centro exportador de Charqueadas, Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, Casa da Câmara, Cadeia Pública, Sobrado do Barão de Aracati (Hoje Museu Jaguaribano), Sítio Santarém, sobrados e casas térreas da antiga rua do comércio (Rua Grande), Igrejas do Bonfim, dos Prazeres, Capelas do Rosário e dos Navegantes.

História: Ocupa área plana, vasta e baixa, sofrendo vez por outra violentas inundações. Chamou-se primitivamente São Lourenço (1603), Arraial e Cruz das Almas, além de São José do Porto dos barcos, simplificado finalmente para Porto dos Barcos. Este último nome decorre da afluência de embarcações não somente na foz do rio como também nas próximas águas litorâneas, conduzindo produtos que abasteciam a Capitania e recebendo cargas de produtos nativos, chegando a atracar, anualmente, nada menos de 25 unidades.
Evolução Política: A elevação do povoado à categoria de Vila, provém de Resolução Régia, datada de 11 de abril de 1747, instrumento anteriormente aprovado segundo Resolução do Conselho Ultramarino, de 12 de dezembro de 1746. Sua instalação, como o nome atual, ocorreu a 10 de fevereiro de 1748, tendo como Presidente das solenidades o Ouvidor Manuel José de Faria. Constam da primeira Câmara os seguintes membros: 1) – Domingos Tavares da Fonseca (Juiz Ordinário); 2) – Manuel Moreira de Sousa (Juiz de Órfãos); 3) – José Batista de Freitas (Vereador); 4) – João Pimenta de Aguiar (Vereador); 5) – João da Silva Costa (Vereador); 6) – Luiz Costa Faleros (Meirinho); 7) – Adriano Coelho de Araújo (Escrivão).
      A elevação da Vila à categoria de Cidade provém da Lei Provincial nº 244, de 25 de outubro de 1842, não constando registro de sua instalação.
Igreja: A primeira manifestação de apoio eclesial tem como precedente a ereção de uma capela cuja estrutura aparece como sendo de alvenaria, na parte fronteiriça, coberta de palhas, restante das paredes de taipa e piso de barro batido. Constam como seus beneméritos autores os charqueadores baianos e pernambucanos, tendo como referência de tempo o ano de 1714. Essa capela seria ampliada e melhorada nos anos de 1719 e 1728, sendo posteriormente destruída pelas cheias do Jaguaribe.
     Em 1744, graças ao trabalho realizado pela padre José Lopes de Lima, o novo templo começou a ser construído, com aproveitamento de parte de material da anterior, porém sem sucesso, visto como mais uma vez a fúria do Jaguaribe reeditou o seu poder destruidor.
     A Igreja-Matriz, que viria a se perpetuar, teve como empreendedor o Capitão José Pimenta de Aguiar, cujas obras tiveram início em 1761. Com o falecimento do Capitão Pimenta Aguiar, desfecho ocorrido em 1769, os trabalhos tiveram prosseguimento, mercê do empenho manifesto  do Capitão  Manuel Rodrigues da Silva, prolongando-se até 1786, ano em que se realizaram as festividades inaugurais.

GEOGRAFIA
Área:1.276km².                                                          

Área(% em relação ao Estado): 0,97.                        
Altitude:
5,74m.                                                       
Latitude:
4°33’42".                                              
Longitude:
37°46’11".                                        
Mesorregião:: Jaguaribe.                                   
Microrregião: Litoral de Aracati.                                  
Limites: Norte – Oceano Atlântico; Sul – Itaiçaba e Palhano; Leste – Estado do Rio Grande do Norte. Oeste – Beberibe.                                                                  Distritos:: Cabreiro, Mata Seca, Barreira dos Vianas, C. dos Fernandes, Santa Tereza, Girau.                        
Acidentes Geográficos:
: Rio Jaguaribe e Palhano, Córregos do Retiro, das Aroeiras, São Gonçalo e dos Fernandes, Canoa Quebrada, Majorlândia, Quixadá e Retiro Grande.  Recursos Hídricos:: Pluviometria(  a média anual é de 982,6mm).
Atrativos Naturais: Praias (do Cumbe,Canoa Quebrada,do Esteves,Majorlândia,Quixaba,da Tapera,Lagoa do Mato,Fontainha,Retirinho,Retiro Grande,Murici).

EDUCAÇÃO
N° de Escolas:                                                          

Rede Municipal Pré-escolar-7                                          
1° Grau-28                                                                     
2° Grau- 45                                                                  
Rede Estadual Pré-Escolar- 41                                        
1° e 2° Graus-5.                                                            
N° de Alunos Matriculados:                                     
Rede Municipal Pré-Escolar-287                                  
Rede Municipal1° Grau- 2.291                                         
2° Grau 3.086                                                            
Rede Estadual Pré-Escolar- 117                                 
Rede Estadual 1° Grau – 1.106                                    
Rede Estadual 2° Grau- 604.

SAÚDE
Unidade Mista da FSESP de Aracati, Centro de Saúde de Cajazeiras, Centro de Saúde de Fortim. Posto de Saúde de Fortim, Centro Social Urbano Virgílio Távora, Centro de Saúde do Município de Podegral, Posto de Saúde de Majorlândia, Posto de Saúde Cacimba Funda, Posto de Saúde Córrego do Retiro, Posto de Saúde Alto da Cheia, Posto de Saúde Cumbe e Posto de Saúde Canoa Quebrada.

ESTATÍSTICAS
População Censo de 1999: 61.431.         

Densidade Demográfica(hab/km²):
47,56. 
Distância da Capital em Linha Reta:: 122km.                                                 
Distância por Rodovia:
:149km.                    
Vias de Acesso à Capital: BR-116, CE-040, BR-304.                                                       
Emissoras de Rádio: Rádio Sinal de Aracati Ltda-OM, potência de 5/0,5Skw- freqüência de 730Khz – Rádio FM Canoa Quebrada de Aracati Ltda, Classe C, Potência de 0,3KW – freqüência de 100, 7Mhz, e Rádio Cultura de Aracati Ltda OM, Potência de 1/0,25Kw, freqüência de 149Khz .                  
Abastecimento D'água: 7.029 ligações.
Energia Elétrica: N° de Consumidores- 12.970. Total Consumo: 2.463.690.

PRODUÇÃO
Produção: A economia baseia-se em produtos agrícolas: caju, côco-da-Bahia, cana-de-açúcar, mandioca, milho e feijão. Agropecuária: rebanhos de bovinos, suínos e aves. Seus solos são ricos em grande fertilidade natural. Ocorrem também nos terrenos arenosos do seu território a presença de areias Quartzozas distróficas, onde são cultivados, com resultados compensadores, o cajueiro , a mandioca e a batata-doce. O sal e a extração mineral de argila são outras fontes de receita do município.                       

Indústrias:
36 (três de perfumaria, sabão e velas, sete de produtos minerais não metálicos, duas de madeira, nove de produtos alimentícios, cinco de vestuário, calçados e artesões de tecidos, couros e peles, três de bebidas, uma gráfica, três extrativas mineral, uma de diversos e duas de serviços de construção). Em termos de renda interna per capita é o décimo primeiro dos quinze municípios "mais ricos" do Ceará.

RECURSOS
Repasse do ICMS :.

Renda Interna Municipal:.                    
Renda Per Capita:
.

PREFEITURA

Endereço:
Rua: Santos Dumont,1146
CEP:
62.800-000
Fone:
(88) 421-1006
Fax:
(88) 421-1006
Eventos:
Canoarte (Julho), Carnaval de Aracati (fevereiro), Festa do Senhor do Bonfim (01/Janeiro), Festa de São Sebastião (Janeiro), Festa do Município (25/Julho), Regata de Jangadas de Majorlândia (Outubro), Festival Folclórico-cultural do Baixo-Jaguaribe (Janeiro).

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster