Home

Arneiroz
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação:14/03/1957.               

Instalação: 25/03/1959.                     
Toponímia:
Terreno Arenoso ou Estéril.
Variação Toponímica:Freguesia de Portugal. Desmembrado de Tauá.                   Padroeira: Nossa Senhora da Paz.          
Dia: 08/09

História: Consta como sendo um dos mais antigos redutos dos Altos Sertões Provinciais. Suas tradições indígenas, guerras de extermínio, batalhas emancipacionistas e constantes lutas pessoais em busca dos meios da própria  de sobrevivência dos seus moradores atestam o quanto de esforços têm sido empreendidos ao longo de sua caminhada histórica.
     Inicialmente e ainda no limiar do Século XVIII, lançam-se as suas primeiras raízes sociais, tendo como ponto de partida o realdeamento dos agressivos Índios Jucás (1727). Dessa concentração íncola decorrem escaramuças várias, envolvendo famílias em locais diversificados, dentre estas os respeitáveis clãs do tronco Feitosa.
Evolução Política: A primeira manifestação política, oficialmente registrada, data de 28 de setembro de 1767, se bem que na prática a idéia não se tenha concretizado. Essa manifestação decorre de determinação originária do Governador Geral de Pernambuco, sugerindo a elevação do povoado à categoria de Vila, mantendo o nome de Arneiroz.
     Contra essa proposição insurge-se o Icó, através do Senado da Câmara, fundamentando-se no pressuposto histórico segundo o qual a povoação nada mais era que antigo aldeamento missionado destinado a reunir os Índios Jucás. Além dessa condição, altamente negativa, havia contra os pretensos beneficiários o fato de serem os seus habitantes constituídos de verdadeiro antro de ladrões e vagabundos (25/11/1767).
     Ainda com relação ao protesto, dois camaristas icoenses, propõem que  sejam transformados em Vila não o Arneiroz, porém redutos de Telha e Mangabeira (Lavras). Dessa investida não constam manifestações de recusa ou assentimento, presumindo-se como fruto de desqualificação ou  silêncio.
     Nos anos seguintes e sem a interferência contrária do Icó, prosseguiu a batalha emancipacionista, entremeada de evoluções e depressões. A Lei nº 3.554, de 14 de março de 1957, restaura em definitivo o tão sofrido Município.
Igreja: Nos referenciais de apoio eclesial tem-se inicialmente, a Paróquia de Nossa Senhora do Carmo dos Inhamuns, cuja atuação estende-se a outras Freguesias do Alto Sertão. Como forma de obterem autonomia, reúnem-se os habitantes locais e endereçam carta ao Bispo de Pernambuco, D. Thomaz da Encarnação, solicitando a criação da Freguesia de Nossa Senhora da Paz. Foram atendidos. Em Provisão, datada de 13 de novembro de 1783, criou-se o objeto pretendido, sendo seu primeiro vigário o padre Francisco Xavier Cabral.

GEOGRAFIA
Área: 941,9km².                                                        

Área(% em relação ao Estado): 0,66.                         
Altitude: 337,94m.                                               
Latitude:
6°19’.                                                      
Longitude:: 40°09’.                                                
Mesorregião: Sertão Cearense.                        
Microrregião: Sertão dos Inhamuns.                           
Limites: Norte – Tauá; Sul – Aiuaba; Leste – Saboeiro e Catarina; Oeste – Parambú. Acidentes Geográficos: Rio Jaguaribe e Riachos do Peri ,do Negro, Barbalha e Serra do Arneiroz.              
Recursos Hídricos: Pluviometria ( a média anual é de 506,3mm).

EDUCAÇÃO
N° de Escolas:                                                          

Rede Estadual Pré-Escolar- 1                                         
1° Grau- 5                                                            
Supletivo- 2.                                                                   
N° de Alunos Matriculados
:                                          
Rede Estadual Pré-Escolar- 34                                    
Rede Estadual 1° Grau- 185                                  
Supletivo- 59.

SAÚDE
Posto de Saúde Cachoeira de Fora, Centro de Saúde Arneiroz e Posto de Saúde Planalto da Marciana. Clínica Municipal de Arneiroz e Ambulatório do Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.

ESTATÍSTICAS
População Censo de 1999: 6.869.

Densidade Demográfica(hab/km²): 7,84.         
Distância da Capital em Linha Reta: 336km.                                               Distância por Rodovia: 383km.                    
Vias de Acesso à Capital: BR-020, CE- 176 e BR- 222.                                               
Emissoras de Rádio: FM Boqueirão.        
Abastecimento D'água: 392 ligações.
Energia Elétrica: N° de consumidores- 733. Total consumo-63.863.

PRODUÇÃO
Produção:O município está integrado no Programa Especial de Fomento ao caprino, ovinocultura. Produtos Agrícolas- algodão arbóreo e herbáceo, mamona, milho e feijão. Agropecuária- rebanho de bovinos suínos e aves.                                                 Indústria: 1 (de produtos minerais não metálicos).

RECURSOS
Repasse do ICMS:.                  

Renda Interna Municipal :.           
Renda Per Capita:
.

PREFEITURA

Endereço:
Rua: Leonardo Feitosa,77
CEP:
63.673-000
Fone:
(88) 878-1040
Fax:
(88) 878-1065
Eventos:
Não temos dados.

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster