Home

Crato
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação: 21/06/1764.              

Instalação: 21/06/1764.                    
Toponímia: A designação de Crato foi uma homenagem ao antigo Vilarejo de Alentejo. Variação Toponímica: Missão do Miranda ou Cariris Novas, Vila Real.                 Padroeira: Nossa Senhora da Penha.       
Dia
:   01/09.

Arquitetura Antiga: Igreja da Sé (Matriz de Nossa Senhora da Penha), Palácio Episcopal (sede da Diocesse do Crato, local onde nasceu Pe. Cícero), Casa do Júri, Teatro Raquel de Queiróz, Gruta de Lourdes (datada de 1938), Cristo Redentor, Estação Ferroviária (datada de 1926), Seminário Diocesano São José, Cruz do Século (torco monumento de madeira).
História: Suas origens remontam a tempos imemoráveis, quando se estabeleceram na região os Índios Kiriris, missionados pelo padre Luiz Vincenzio Mamiani, a partir do segundo quartel do Século XVIII. Os primeiros colonizadores brancos constam como tendo sido formados por agentes da Casa da Torre (Bahia), seguidos de pernambucanos e sergipanos, ocupando terras localizadas no Riacho dos Porcos (Brejo dos Santos), no extremo sul da Capitania. Essa descida terá ocorrido por volta das décadas finais do Século XVII, época em que se registra a presença do braço aventureiro naqueles rincões e até então ocupados somente pela raça nativa.
     Na primeira década do Século XVIII ou, precisamente, nos anos de 1702/1704, tem-se como primeiro cessionário de terras no Cariri o sesmeiro rio-grandense (Norte), Manuel Rodrigues Ayrosa. Sua posse situava-se na gleba São José, no vale denominado de Lagoa do Ayrosa, entre as cidades que posteriormente se denominariam de Crato e Juazeiro (Sítio São José).
     Em períodos seguintes, porém quase simultaneamente, chegam à região outros desbravadores dos quais se destacam o Coronel Antônio Mendes Lobato e Gil de Miranda, que muito viriam contribuir em prol dos avanços da colonização. A partir de 1714, quando os investidores pernambucanos e baianos iniciam suas descidas, formando contingentes mais numerosos, o imenso Vale do Cariri passa por sucessivas divisões, em povoamento rápido e altamente produtivo.
Evolução Política: A povoação do Crato, reduto inicialmente conhecido pelos nomes de Missão do Miranda, Aldeia do Brejo Grande e Missão dos Cariris Novos, elevou-se à categoria de Vila segundo Carta de 16 de dezembro de 1762, tendo sido instalada a 21 de junho de 1764, com a denominação de Vila Real do Crato. Sua elevação à categoria de Cidade ocorreu segundo Lei Provincial nº 628, de 17 de outubro de 1853.
Igreja – A primeira manifestação de apoio eclesial tem como fundamento as terras patrimoniais doadas pelo Capitão-Mor Domingos Álvares de Matos e sua mulher D. Maria Ferreira da Silva, conforme escritura lavrada no Cartório do Tabelião Roque Correa Marreiro, em data de 3 de dezembro de 1743. Essa doação localizava-se, inicialmente, em terras encravadas a dois  quilômetros a Sudeste da povoação, transferindo-se, em data posterior, para a margem direita do rio Granjeiro.
     Os trabalhos da primitiva Igreja, dedicada ao orago de Nossa Senhora da Penha de França, tiveram início em 1745, havendo como responsável Frei Carlos Maria de Ferrara e seu companheiro Frei Fidélis de Sigmaringa. A edificação desse primitivo templo revela, igualmente, o atraso de sua contemporaneidade, considerando sua estrutura, posto como as paredes eram de taipa, piso de barro batido e coberta de palhas, tendo ainda os caibros e ripas trançados de cipós. A permanência desses religiosos, no que se chamou de Missão do Miranda, estendeu-se por espaço de 10 anos.
     A Freguesia, ainda na vigência da antiga capela, criou-se por Provisão de março do ano de 1762 e inaugurou-se a 4 de janeiro de 1768, tendo como seu primeiro vigário o padre Manuel Teixeira de Moraes.
     Com o desgaste do tempo, esse primitivo nicho entrou em deterioração, situação que levou o padre Antônio Lopes de Macedo Júnior, presbítero da Ordem de São Pedro, vigário da Vara e  pároco da Freguesia de Nossa Senhora da Penha, a endereçar requerimento à Junta do Real Erário, solicitando fundos necessários à construção da Capela-Mor ou Igreja-Matriz.
     Atendido no seu petitório, iniciaram-se os trabalhos cuja conclusão data de 1817, constando os atos inaugurais de 3 de maio do mesmo ano.
     Em seus implementos de evolução, têm-se na área de influência da Igreja, a criação da Diocese, conforme Bula Papal de 20 de outubro de 1914, sendo seu primeiro Bispo D. Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, empossado a 25 de dezembro de 1915, além do Ginásio Diocesano, fundado a 1º de abril de 1916. Houve, como seu primeiro Diretor, o padre José Alves de Lima, nascendo desse meritório estabelecimento a Universidade Regional do Cariri – URCA.

GEOGRAFIA
Área: 1.117,5km².                                                   

Área(% em relação ao Estado): 0,70.                          
Altitude: 426m.                                                    
Latitude:
7°14’.                                               
Longitude: 39°24’.                                        
Mesorregião: Sul Cearense.                               
Microrregião: Cariri.                                             
Limites:
Norte – Farias Brito, Várzea Alegre e Caririaçu; Sul – Estado de Pernambuco; Leste – Juazeiro do Norte e Barbalha; Oeste – Nova Olinda e Santana do Cariri. Distritos:   Lameiro,   Quintino, Santa Fé,  Das Palmeiras, Bela Vista, Belmonte, Campo Alegre, Santa Rosa, Monte Alverne, Muriti, Ponta da Serra.                                 Acidentes Geográficos: Chapada do Araripe, Serra do Juá, Rio Carás, Riacho Corretinho, dos Carneiros, São José, Açude dos Gonçalves, Tomaz Osterne.
Atrativos Naturais: Chapada do Araripe,  Floresta Nacional do Araripe, Nascente Cascata, Toca do Pajé.

EDUCAÇÃO
N° de Escolas
:                                                            
Rede Estadual Pré-Escolar-40                                          
1° Grau-52                                                                
Rede Municipal Pré-Escolar 1° Grau-12                          
Particular Pré-Escolar e 1° Grau-15                                 
N° de Alunos
Matriculados:                                          
Rede Estadual Pré-Escolar-2.452                                
Rede Estadual 1° Grau:16.451                                      
Rede Municipal Pré-Escolar-391                                      
1° Grau-2.597                                                         
Particular Pré-Escolar-573 e 1° e 2° Graus-3.092.

SAÚDE
O Governo Estadual tem nos Municípios os seguintes Postos: Posto de Saúde Maria Tavares de Oliveira, Centro de Saúde do Crato, Posto de Saúde de Santa Fé Posto de Saúde Vila São Bento, Posto de Saúde Umburanas. Centro de Saúde das Guaribas, Centro de Saúde da Cohab, Posto de Saúde do Limoeiro, Posto de Saúde da Serra, Posto de Saúde Riacho Vermelho, Posto de Saúde de Mauriti, Centro de Saúde Amélia Pinheiro, Posto de Saúde de Monte Alverne, Posto de Saúde do Inxu, Posto de Saúde de Vila Padre Cícero, Centro de Saúde da Cruz, Posto de Saúde Dom Quintino, Posto de Saúde de Cipó dos Tomás, Posto de Saúde de Varzinha, Carteira de Saúde do Crato. A Fundação SESP mantém uma Clínica Médica pela Sucam. A Prefeitura Municipal mantém: Posto de Saúde Centro Comunitário, Centro de Prevenção do Câncer, Posto de Saúde Carlina Pinheiro, Posto de Saúde Baixio do Muquém, Posto de Saúde Monsenhor Rocha, Posto de Saúde Municipal, Posto de Saúde Centro Social Urbano, Posto de Saúde Gisela Pinheiro, Posto de Saúde Joaquim Borges, Posto de Saúde Joaquim Elias da França, Posto de Saúde Jacinta Gonçalves Brasil, Posto de Saúde Sinobilina P. de Carvalho, Mini Posto de Saúde Belizário Ferreira, Posto de Saúde Maria Teixeira de Araújo, Posto de Saúde Marcos Matias, Posto de Saúde Maria Anunciada Teles, Posto de Saúde Padre Frederico, Posto de Saúde Raimunda Bezerra Teles, Posto de Saúde Santa Madalena. Posto de Saúde São José, Posto de Saúde Filomena Maria Colares, Posto de Saúde João Paulo II, Posto de Saúde Miguel Ferreira Nobre, Posto de Saúde Zélia Gonçalves Pinho. Posto de Saúde Vila Lobo, Posto de Saúde Parque Granjeiro, Unidade Móvel Odontólogico, Posto de Saúde do Seminário, Posto de Saúde de Araripe, Posto de Saúde Padre Frederico, Posto de Saúde Belizário Ferreira, Posto de Saúde de Santa Rita, Posto de Saúde Pai Mané, Posto de Saúde Riacho Fundo e Posto de Saúde Vila Alta. Há também um ambulatório mantido pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Há ainda o Posto de Saúde mantido pelo Núcleo de Biologia Aplicada e o Posto de Saúde Laboratório Escola Professora Teresa P. Teles, ambos Mantidos pela Universidade Regional do Cariri.

ESTATÍSTICAS
População Censo de 1999: 98.965.

Densidade Demográfica(hab/km²): 81,01.
Distância da Capital em Linha Reta: 396km.                                               Distância Por Rodovia: 516km.                
Vias de Acesso à Capital:
BR-222, BR-116, CE-060, CE-359.                                
Emissoras de Rádio: Rádio Cidade de Crato Ltda-FM, Classe C, Potência de 0,3Kw, freqüência de 1440Khz, Rádio Sociedade Educadora do Cariri Ltda-OM, potência de 5/1Kw, freqüência de 1.020Khz.          
Energia Elétrica: N° de consumidores-21.538. Total consumo-3.659,417.

PRODUÇÃO
Produção: Sua economia está baseada na produção de algodão arbóreo e herbáceo, milho e feijão. Na pecuária: bovinos, suínos e aves. Foram registradas em suas terras a ocorrência de Gipsita, utilizado na fabricação de cimento Portland, gesso e na correção de solos salinos, Gipsita e Chumbo.             

Indústrias
: 95.  Em termos de renda per capita é o quinto dos quinze municípios "mais ricos" do Ceará. (US$ 1.402).

RECURSOS
Repasse do ICMS em 1995: R$ 3.278.409,11.           

Renda interna Municipal 1995:
R$ 115.767,00.          
Renda Per Capita de 1991:
US$ 1.402.

PREFEITURA

Endereço:
Largo Júlio Saraiva,s/n
CEP:
63.100-000
Fone:
(88) 523-2055
Fax:
(88) 523-3795
Eventos:
Festa da Padroeira Nossa Senhora da Penha (01/09), Carnaval (fevereiro), Semana do Município (21/07), Exposição Centro-Nordestina de Animais e Produtos Derivados (julho).

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster