Home

Ibiapina
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação: 23/11/1878.               

Instalação: 01/07/1879.               
Toponímia:
Terra tosquiada na língua dos indígenas que passavam à região             . Variação Toponímica:  Povoado de São Pedro de Ibiapina.Desmembrado de São Benedito.                                       
Padroeiro:
São Pedro.                              
Dia: 29/06.

Arquitetura Antiga: Igreja de Santo Antônio da Pindoba (1907), Igreja de São Pedro, Cadeia Pública Municipal (1910), Mercado Público (1931), Igreja de São Francisco, Igreja de Nossa Senhora do Bom Parto,Casa Paroquial.
História: Suas raízes buscam os pródromos do Século XVI, havendo como chefes dominantes os Tuxauas de nomes Irapuã ou Mel Redondo e o irmão Jurupariaçu ou Demônio Grande, clãs vinculados à Nação Tabajara. A partir do ano de 1656, quando se estendeu a Catequese ao longo da Grande-Serra, formou-se nessa oportunidade o aldeamento a que se denominou de Baepina. Diante do moroso, mas relutante crescimento, deu-se a esse reduto o  nome de São Pedro, depois São Pedro da Baepina ou Baiapina.
Evolução Política: Quando de sua elevação à categoria de Vila, evento ocorrido em virtude de Lei nº 1.773, de 23 de novembro de 1878,  simplificou-se e modificou-se o nome para Ibiapina. Os atos inaugurais da recém-criada Vila datam de 1º de julho de 1879, porém com a denominação de São Pedro, consoante Lei nº 1.814, de 22 de janeiro de 1879. Essa denominação, no entanto e consoante Decreto nº 206, de 6 de junho de 1931, alterou-se para São Pedro da Ibiapina. Suprimido o Distrito, conforme Dec. 193, de 20 de maio de 1931, passou o seu território à jurisdição de dezembro de 1933. Sua elevação à categoria de cidade, com o nome de Ibiapina, ocorreu de acordo com o Dec-Lei nº 448, de 20 de dezembro   de 1938.
Igreja: Suas manifestações de apoio eclesial provêm, inicialmente, da construção de uma capela de taipa, coberta de palhas e piso e de chão batido. Essa capela, ainda construída sob a influência missionária da Ibiapina, tinha como religiosos cerca de 60 índios, quase todos originários do Termo de Sobral. Houve como fundador e construtor dessa primitiva capela o português de nome Manuel da Costa Resplande. Ainda sobre essa modesta obra, deve-se ressaltar peculiaridades interessantes, como por exemplo o diminuto tamanho do sino e a imagem de São Pedro, também pequenina, confeccionada em barro, talvez por algum artista pouco entendido em obras plásticas.
     O patrimônio no qual seria edificada a Igreja-Matriz teve como doador o Capitão Pedro Francisco de Paula, no ano de 1848, e, no tocante à conclusão das respectivas obras, tem-se como referência o ano de 1878. As verbas de custeio, que deveriam ter saído dos cofres do Império, constaram de doações relativas a terceiros.
     Além da Igreja-Matriz, ergue-se na sede a Igreja de São Francisco, elegante templo, contando-se ainda com a capela dedicada a Santo Antônio, situada no Cemitério Novo, obra construída em 1907.

GEOGRAFIA
Área: 368,1km².                                                      

Área(% em relação ao Estado): 0,23.                        
Altitude: 878m.                                                      
Latitude: 3°55.                                                  
Longitude: 40°53’.                                               
Mesorregião: Noroeste Cearense.                       
Microrregião: Ibiaapaba.                                             
Limites: Norte: Ubajara; Sul: São Benedito; Leste: Mocambo; Oeste: Estado do Piauí.  Distritos: Alto Lindo, Santo Antônio da Pindoba.
Acidentes Geográficos: Riachos Pejuba e Jaburu.
Recursos Hídricos: Pluviometria: (a média anual é de 1.684mm).
Atrativos Naturais: Cachoeira da Ladeira, Barragem dos Granjeiros, Bica Pinguruta, Bica de Monte Belo, Cachoeira da Curimatã, Cachoeira do Galo, Bica do Frade, Mirantes e Trilhas dos Aparatos.

EDUCAÇÃO
N° de Escolas
:                                                            
Rede Estadual Pré-Escolar: 1                                           
1° Grau: 1                                                            
Particular: 2                                                               
Supletivo: 2 .                                                                  
N° de alunos matriculados:                                      
Rede Estadual Pré-Escolar: 62                                         
1° Grau: 876.                                                
Particular-Pré-Escolar: 118                                               
1° Grau: 210                                                                  
2° Grau: 220                                                         
Supletivo: 104

SAÚDE
Posto de Saúde Betânia, Posto de Saúde de Santa Tereza, Posto de Saúde de Alto Lindo, Posto de Saúde de Ibiapina, Posto de Saúde Pindoba, Posto de Saúde Curralinho, Posto de Saúde Cocal, Unidade Mista de Ibiapina, Posto de Saúde Tamundé, Posto de Saúde de Caiçara, Posto de Saúde Municipal e Casa de Parto de Ibiapina.

ESTATÍSTICAS
População,Censo de 1999:21.721.
Densidade Demográfica(hab/km²):
60,26. 
Distância da Capital em Linha Reta: 268km.
Distância por Rodovia: 338km.
Vias de Acesso à Capital: BR 222, Ce 187.  
Abastecimento D’água: 839 ligações.
Energia Elétrica: N° de consumidores: 3.197. Total Consumo: 368.450.

PRODUÇÃO
Produção: Café, banana, cana-de-açúcar, mandioca e feijão. Na pecuária: bovinos, suínos e aves.                                 

Indústrias: 08 (04 de produtos alimentares, uma de bebida, uma de madeira, uma de produtos minerais não metálicos e outra de vestuário, calçados e artigos de tecidos de couro e peles.)

RECURSOS
Repasse do ICMS em 1995: R$-324.366,15.                

Renda Interna Municipal 1995:
R$-3.434,00

PREFEITURA

Endereço:
Rua: Moisés Arão,s/n
CEP:
63.970-000
Fone:
(88) 653-1130
Fax:
(88) 653-1125
Eventos:
Festa de São sebastião (20/janeiro),  Mês Mariano (maio), Festa de Santo Antônio (13/junho), Festa de São Pedro (29/junho), Semana da Pátria (setembro), Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (15/agosto),Festa de São Francisco (04/outubro), Dia do Município (23/novembro), Festa de Santa Luzia (13/dezembro)

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster