Home

Itapipoca
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


HISTÓRICO

Data da Criação: 03/02/1823.           

Instalação:
03/11/1823.               
Toponímia:
Pedra Rebentada.                 
Variação Toponímica: Imperatriz.
Padroeira: Nossa Senhora das Mercês.        
Dia: 24/09.

História: Suas origens remontam aos primórdios do Século XVII, quando requereram  e obtiveram por Sesmaria terras situadas na região, os portugueses Francisco Pinheiro do Lago e sua mulher D. Josefa Ferreira de Oliveira, Tomé de Oliveira Chaves e sua mulher, tendo como localização possessória os sítios Santo Amaro e São José, destacando Jerônimo de Freitas Guimarães e sua mulher D. Francisca Pinheiro do Lago. Desses e outros, vinculados ao mesmo agregamento, nasceu a Vila, mantendo a mesma denominação e a  ter como instrumento de criação  a Resolução Imperial de 3 de fevereiro de 1823, referendado pelo Alvará de 17 de outubro do mesmo ano.
Evolução Política: Quando da transferência da Vila, para a localização atual, com o nome de Imperatriz, atribuído conforme Lei Provincial nº 1.011, de 3 de novembro de 1862, o antigo reduto passou a chamar-se Vila Velha. A mudança de nome, para a denominação atual. Ocorreu segundo Dec. Nº 1, de 2 de dezembro de 1889. Sua elevação à categoria de Cidade, ocorreu, em virtude de Lei nº 1.288, de 31 de agosto de 1915.
Igreja:
Em suas manifestações de apoio eclesial consta inicialmente do desdobramento do Curato do Acaraú em quatro Freguesias, conforme Provisão referenciada no ano de 1757 e assinada por D. Francisco Xavier Aranha, do Bispado de Pernambuco. Uma dessas Freguesias teve por sede o reduto de São Bento de amontada sob cuja jurisdição ficou subordinado o reduto de São José da  da Uruburetama.
     Em 1778, segundo praxe adotada na formação de patrimônios eclesiáticos, Jerônimo Guimarães doou, em favor da recém-desmembrada Freguesia, meia légua de terras, situando-se nesse local o espaço físico onde deveria ser construída a Igreja-Matriz. A transferência de sede da Freguesia, para a Vila de Imperatriz, deu-se segundo Lei nº 364, de 29 de julho de 1846, sendo seu primeiro vigário o padre Luiz Antônio da Rocha Lima, funcionando provisoriamente na capela de Nossa senhora das Mercês.
     A Igreja-Matriz, dedicada ao padroado de Nossa Senhora das Mercês, teve como início de obras o ano de 1881 e como responsável Monsenhor Antero José de Lima. Dada a sua evolução eclesiástica, concedeu-se à Paróquia o título de Bispado, não havendo, pelo menos ao nosso alcance, registros que identifiquem a data-início dessa evolução.

GEOGRAFIA
Área: 1.191,6km².                                                   

Área(% em relação ao Estado): 1,21.                    
Altitude: 108,72m.                                             
Latitude: 3°21’.                                                
Longitude:
39°49’.                                         
Mesorregião: Norte cearense.                               
Microrregião: Itapipoca.                                          
Limites:
Norte: Oceano Atlântico; Sul: Itapajé; Leste: Uruburetama, Trairi e Tururu; Oeste: Miraíma e Amontada.
Distritos:  Cruxate,  Assunção, Baleia, Betânia,Barrento, Arapari, Marinheiros, Ipu, Magazão, Bela Vista e Deserto.
Acidentes Geográficos: Rios Cruxati e Mundaú. Riachos Forró, Taboca, Jucá e Desterro, Córrego dos Tanques, Lagoa do Humaitá. Açude Poço Verde.                   Recursos Hídricos: Pluviometria (a média anual é de 1.127mm).
Atrativos Naturais: Praia do Maceió, Praia da Baleia, Praia de Pedrinhas, Praia da Barra do rio Mundaú.

EDUCAÇÃO
N° de Escolas: 
                                                            
Rede Estadual Pré-Escolar 1° e 2° Grau: 13                      
Rede Municipal Pré-Escolar 1                                          
2° Grau: 8                                                                     
N° de alunos matriculados:                                          
Rede Estadual Pré-Escolar: 694                                      
1° Grau: 6.078                                                               
2° Grau: 5.319                                                               
2° Grau: 1.028                                                       
Supletivo: 632.

SAÚDE
A Fundação SESP mantém: Posto de Saúde de Arapari, Posto de Saúde de Assunção, Posto de Saúde de Barrento, Posto de Saúde de Betânia, Posto de Saúde de Deserto, Centro de Saúde de Itapipoca, Posto da Sucam (ambulatório). O INAMPS mantém: Posto de Assistência Médica, O IPEC mantém sua Agência Regional. A Prefeitura Municipal mantém: Mini-Maternidade do Cruxati, Centro Social Urbano Luis Moraes Correia, Mini-Maternidade de Marinheiros, Unidade de Saúde Dr. João Bosco,Mini-Maternidade de Assunção. Há ainda o Ambulatório mantido pelos servidores do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

ESTATÍSTICAS
População, Censo de 1999: 83.142.

Densidade Demográfica(hab/km²): 64,84.         
Distância da Capital em Linha Reta:
12km.
Distância por Rodovia: 125km.                  
Vias de Acesso à Capital: CE 354, BR 222, BR 402.                                                      
Emissoras de Rádio: Rádio Uirapuru de Itapipoca Ltda-OM, potência de 1/25kw, frequência de 570kwz.                                
Energia Elétrica: N° de Consumidores: 10.359. Total Consumo: 1.289.907.

PRODUÇÃO
Produção: Algodão, banana, caju, mandioca, milho e feijão. Na pecuária: bovinos, suínos e aves.                                                  

Indústrias:
37.

RECURSOS
Repasse do ICMS em 1995: R$-1.603.168,83.              

Renda Interna Municipal 1995: R$-45.291.             
Renda Per Capita:
US$-580.

PREFEITURA

Endereço:
Rua: Inocêncio Braga,301
CEP:
62.500-000
Fone:
(88) 631-1118
Fax:
(88) 631-2188
Eventos:
Festa de São Sebastião (10 a 20 de janeiro), Dia do Município (31 de agosto), Festa da Padroeira Nossa Senhora das Mercês (24 de setembro), Festa de São Francisco (04 de outubro), Festa do Caju (04 de setembro), Regata da Baleia (16 de novembro), Festa da Vaquejada (18 e 19 de outubro).

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster