Home

Jaguaruana
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação: 04/09/1865.                 

Instalação:
04/03/1866.                          
Toponímia: Onça Preta.                   
Variação Toponímica
: União. Desmembrado de acaraú.                                            Padroeira: Nossa Senhora de Sant’Ana.       
Dia: 26/07.

História: Chamou-se primitivamente, Catinga do Góes, União e finalmente o nome atual. Suas origens remontam às primeiras décadas da segunda metade do Século XVIII, quando em 1771, D. Feliciana Soares da Costa, viúva de Simão de Góes, doou terras para construir a primitiva capela. Com essa doação, além da capela, geraram-se em torno de sua liderança precedentes gregários dos quais se formaria o Município de Jaguaruana.
Evolução Política: Durante cerca de setenta anos, são escassas as referências sobre a evolução desse reduto, o que, entretanto, não exclui o seu crescimento que o colocaria em estágio de progresso. Com o advento da Lei Geral de 1830, que autoriza a criação de Distritos de Paz na Província, a povoação de Catinga de Góes figura no elenco das que seriam contempladas. Como forma de dar cumprimento ao disposto contido na Lei Geral, tem-se como instrumento de execução a Lei de 3 de dezembro de 1832, originária da Câmara Municipal do Aracati, ficando a instalação na dependência de autorização governamental. Essa autorização, no entanto, deixaria de ser expedida, considerando para tanto estar curada a capela da povoação, conforme se deduz de Ofício Presidencial datado de 23 de janeiro de 1833.
Igreja: As primeiras manifestações de apoio eclesial  datam do ano de 1761, quando da doação do patrimônio respectivo, feita por D. Feliciana Soares da Costa. Essa doação consta de escritura pública, lavrada no Cartório de Lázaro Lopes Bezerril, Tabelião do Aracati (06/10/1761). A capela, que terá sido edificada cerca de quatro anos antes do registro cartorário, a expensas de D. Feliciana, tem como padroeira Nossa Senhora Santana. Tem-se como instrumento de criação da Freguesia, a Lei nº 1.083, de 4 de dezembro de 1863, e canonicamente sacralizada a 19 de dezembro do mesmo ano. Consta como seu primeiro vigário o padre Alexandre Corrêa de Araújo Melo, natural do Aracati e empossado a 31 de janeiro  de 1864.

GEOGRAFIA
Área: 746,4km².                                                         

Área(% em relação ao Estado): 0,66.                   
Altitude: 20m.                                                      
Latitude:
4°50’.                                               
Longitude:
37°476’.                                               
Mesorregião: Jaguaribe.                                    
Microrregião:
Baixo Jaguaribe.                                   
Limites:
Norte: Itaiçaba; Sul: Russas e Quixeré; Leste: Rio Grande do Norte; Oeste: Palhano e Russas.               
Distritos:   Giqui, Borges e São José.                         
Acidentes Geográficos: Rio Jaguaribe, Campo Grande e Palhano, Riacho Aribu, Serras do Apodi e Dantas, Lagoas dos Bestas e Vermelha.                                            Recursos Hídricos: Pluviometria (a média anual é de 780mm).

EDUCAÇÃO
N° de Escolas:
                                                          
Rede Estadual Pré-Escolar 1° e 2° Grau: 7                     
Rede Municipal Pré-Escolar 1° e 2° Grau: 5                     
N° de alunos matriculados:                                    
Rede Estadual Pré-Escolar: 245                                      
1° Grau: 1.690                                                               
2° Grau: 253                                                              
Rede Municipal Pré-Escolar: 106                                      
1° Grau: 980                                                                  
2° Grau: 162.

SAÚDE
Posto de Saúde São José, Figueiredo. Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Expectação. Centro de Saúde Dec. Jaguaruana, de Gigui.

ESTATÍSTICAS
População, Censo de 1999: 31.026.

Densidade Demográfica(hab/km²): 34,73.         
Distância da Capital em Linha Reta:
144km.                                                
Distância por Rodovia:
183km.                 
Vias de Acesso à Capital:
CE 263, BR 116. 
Abastecimento D’água: 1.601 ligações. 
Energia Elétrica: N° de Consumidores: 4.980. Total Consumo: 1.029.734.

PRODUÇÃO
Produção: Banana, cajú, algodão, mandioca, milho e feijão. Pecuária: bovinos, suínos e aves.

Indústria: Não temos dados.

RECURSOS
Repasse do ICMS em 1995: R$-540.770,90.                 

Renda Interna Municipal 1995: R$-11.337,00.                
Renda Per Capita 1995: US$-597.

PREFEITURA

Endereço:
Praça Getúlio Vargas,404
CEP:
62.823-000
Fone:
(88) 418-1360
Fax:
(88) 418-1388
Eventos:
Não temos dados.

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster