Home

Monsenhor Tabosa
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação: 22/11/1951.            

Instalação: 25/03/1955.                        
Toponímia:
Monsenhor Tabosa é uma homenagem ao Sacerdote Antônio Tabosa Braga.                                                
Variação Toponímica: Telha. Desmembrado de Tamboril.                                                Padroeiro: São Sebastião.                           
Dia:
20/01.

História: Suas origens remontam ao Século XIX e têm como precedente gregário Teodoro de Melo e seus escravos, conhecidos estes por Pretos Teles. Dessa propriedade, denominada de Forquilha e posteriormente de Telha, constam como adquirentes fragmentários, Inácio Gomes e Veríssimo Gomes, tendo como fatias adquiridas duas léguas de terras. Desse conjunto de moradores, reunidos a outros que posteriormente se fixariam na fazenda, nasceria a povoação que historicamente nos ocupa.
Evolução Política: A primeira manifestação de caráter político nasceu com a criação do Distrito de Paz, provindo da Lei nº 2.011, de 6 de setembro de 1882, vinculado à jurisdição de Tamboril. Com a supressão do Município de Tamboril, conforme Dec-Lei nº 193, de 20 de maio de 1931, o já denominado Distrito de Telha transferiu-se para a jurisdição de Santa Quitéria. Retornou à jurisdição do Município de Tamboril, quando da restauração deste, conforme Dec-lei nº 1.156, de 4 de dezembro de 1933, com a denominação de Arraial da Telha.
     Vale ressaltar, no entanto e a título de melhores esclarecimentos, que o locativo Telha nada tem com a produção ceramista, a exemplo de outro Distrito de igual nome (Iguatu). Trata-se, segundo tradição oral, do fato de terem sido encontrados, quando da edificação da capela, remanescentes de antiga olaria, além de resíduos probatórios desse tipo de cerâmica.
     Sua elevação à categoria de Vila provém do Dec-Lei nº 169, de 31 de março de 1938, e à categoria de Município na forma da Lei nº 1.153, de 22 de novembro de 1951, tendo sido instalado a 25 de março de 1955.
Igreja: As primeiras manifestações de apoio eclesial provêm de doação do respectivo patrimônio, constante de 100 braças de terras e a ter por doadores Veríssimo Gomes e Inácio Gomes. Esse patrimônio teve por finalidade a edificação da primitiva capela da qual consta como padroeiro São sebastião. As obras de conclusão desse templo, já que do início não restam informações, datam do ano de 1868, graças ao trabalho realizado pelo padre José Antônio de Carvalho e que seria também o seu primeiro vigário. A igreja-matriz, obra igualmente do padre Carvalho, consta de reforma e ampliação dessa primitiva capela, tendo como referencial de tempo o ano de 1884. Com a criação da Paróquia, em data que a História não registra, esta ficou vinculada juridicamente ao Bispado de Sobral.

GEOGRAFIA
Área: 877,7km².                                                   

Área(% em relação ao Estado):
0,55.                          
Altitude: 675m.                                                        
Latitude:
4°47’.                                                        
Longitude:
40°04’.                                              
Mesorregião:
Sertão Cearense.                              
Microrregião:
Sertões de Crateús.                                
Limites:
Norte – Santa Quitéria; Sul – Boa Viagem; Leste – Boa Viagem; Oeste – Tamboril.                                  
Distritos:
Nossa Senhora do Livramento, Barreiras.
Acidentes Geográficos: Serras dos Matos.                
Recursos Hídricos: Pluviometria ( a média anual é de 718,4mm).

EDUCAÇÃO
N° de Escolas:
                                                               
Rede Estadual Pré-Escolar e 1° Grau-2                             
N° de Alunos Matriculados:                                   
Pré-Escolar-205                                                               
1° Grau-844

SAÚDE
Postos de Saúde: de Barreiras, de Livramento, Centro de Saúde Monsenhor Tabosa. Hospital Maternidade Francisquinha F. de Leitão. Maternidade Josefa Costa Cavalcante, Posto de Saúde de Tourão, de Cacimbinha e de Pitombeira.

ESTATÍSTICAS
População Censo de 1999: 15.119.

Densidade Demográfica(hab/km²): 19,24.        
Distância da Capital em Linha Reta:
297km.                                             
Distância Por Rodovia:
300km.                 
Vias de Acesso à Capital: Ce-265, Ce-176, Ce-257, Br-020, Br-222.                            
Abastecimento D’água: 874 ligações.
Energia Elétrica: N° de consumidores-1.949. Total consumo-157.676.

PRODUÇÃO
Produção: Produtos Agrícolas- algodão arbóreo e herbáceo, milho, feijão e mamona. Na Pecuária: bovinos, suínos e aves.        

Indústrias: 02

RECURSOS
Repasse do ICMS em 1995: R$ 256.263,71.          

Renda Interna Municipal 1995:
R$ 1.630,00.                
Renda Per Capita 1991: US$ 189.

PREFEITURA

Endereço:
Praça 7 de setembro,s/n
CEP:
63.780-000
Fone:
(88) 826-1177
Fax:
(88) 826-1205
Eventos:
Não temos dados.

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster