Home

Pacatuba
Posição no mapa

 


Participe!
Se você detectou alguma informação incorreta e possui mais informações atualizadas sobre esta cidade, envie-nos e nós publicamos.
    Clique aqui para enviar

 



HISTÓRICO

Data da Criação: 08/01/1869.             

Instalação:
26/04/1873.                         
Toponímia:
"Lugar onde há muitas Pacas".
Variação Toponímica: Desmembrado de Maranguape.                                      Padroeira: Nossa Senhora da Conceição.
Dia - 08/12.
Arquitetura Antiga: Igreja-Matriz de Nossa Senhora da Conceição (1874).

História: Suas origens remontam ao Século XVII, quando o então Capitão-Mor Bento de Macedo Faria concedeu aos sitiantes da família Corrêa e originários do Rio Grande do Norte, uma data de terras no lugar já conhecido por Pacatuba, havendo como principal exigência o assentamento de moradia. Em Segunda concessão, deferida pelo Capitão-Mor Tomaz Cabral de Olival e destinada a outros investidores, constam lotes cujo registro guarda como referência o ano de 1693. Em 1708 e por iniciativa do  Capitão-Mor Gabriel da Silva Lago e outros, terras, estas, situadas a partir das ilhargas da Serra da Aratanha. Desses primitivos sesmeiros, nasceria a povoação, cujo ciclo evolutivo constou de fatores vários.
Evolução Política: Sua elevação à categoria de Distrito, vinculado ao Município de Maranguape, provém de Ato Imperial, datado de 18 de março de 1842. Em Resolução Provincial nº 707, de 25 de agosto de 1855, aprova-se a planta segundo a qual deveria ser estruturada a povoação. Em Resolução Provincial nº 888, de 27 de julho de 1859, criaram-se três Feiras de Gado na Província, sendo uma delas instalada em Pacatuba. A elevação à categoria de Vila provém de Lei Provincial nº 1.284, de 8 de dezembro de 1869, com instalação a 26 de abril de 1873, data em que se instalaram igualmente Câmara e Senado.
Igreja: As primeiras manifestações de apoio eclesial datam  da criação da Freguesia, sob o padroado de Nossa Senhora da Conceição, provém de Lei Provincial nº 1305, de 5 de novembro de 1869, sendo canonicamente instalada conforme Provisão de 31 de janeiro de 1870. Consta como seu primeiro vigário o padre Bernardino de Oliveira Memória, nomeado a 1º de fevereiro e empossado a 13 do mesmo mês e ano.
     A Igreja-Matriz, resultante da primitiva capela, tem como responsável o vigário da Freguesia, padre Bernardino de Oliveira. Os trabalhos iniciais datam de 26 de agosto de 1874, tendo sido  concluídos a 1º de janeiro de 1880, data de sua inauguração.

GEOGRAFIA
Área: 138km².                                                       

Área(% em relação ao Estado): 0,20.                          
Altitude: 65,37m.                                                     
Latitude: 3°59’.                                                    
Longitude:
38°37’.                                                  
Mesorregião: Metropolitana de Fortaleza.               
Microrregião:
Fortaleza.                                        
Limites:
Norte – Fortaleza; Sul – Guaiúba; Leste – Aquiraz; Oeste – Maranguape.      Distritos: Senador Carlos Jereissati, Pavuna, Monguba.
Acidentes Geográficos: Rio Pacoti, Pacatuba e Coaçu, Fonte Boaçu, Serra da Aratuba e Serrote Piroá.              
Recursos Hídricos: Pluviometria ( a média anual é de 1.433mm).
Atrativos Naturais: Bica das Andréas, Recanto do Bispo.

EDUCAÇÃO
N° de Escolas:
                                                        
Rede Estadual Pré-Escolar 1° e 2° Graus-12                      
N° de Alunos Matriculados:                                        
Rede Estadual Pré-Escolar-778                                      
Rede Estadual 1° Grau-4.863                                       
Rede Estadual 2° Grau-301                                          
Supletivo-440
.
SAÚDE
O Governo Estadual tem no Município os Seguintes Postos; Centro de Saúde Dr. Edimar Costa Barroso, Posto de Saúde de Pavuna, de Itaitinga, Centro de Saúde Jereissati II, e Posto de Saúde de Caracanga. A Soc. Assist. Maternidade Escola Assis Chateaubriand mantém: Posto de Saúde de Jaboti, de Pavuna, De Dourados, de São Jerônimo, e de Montuba. Departamento de Saúde, Unidade de Saúde Municipal Alto Fechado, de Gereraú e de Itaitinga. Hospital Municipal de Pacatuba. Há ainda uma Clínica mantida pelos trabalhadores do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e o Ambulatório mantido pela LBA.

ESTATÍSTICAS
População Censo de 1999: 47.001.

Densidade Demográfica(hab/km²): 208,78.          
Distância da Capital em Linha Reta:
22km.
Distância Por Rodovia: 25km.                     
Vias de acesso à Capital: Ce-060.                                 
Emissoras de Rádio: Rádio Aratanha de Pacatuba Ltda-OM, potência de 1/0,25Kw, Freqüência de 1.540 Khz.                
Abastecimento D’água:
1.924 ligações.
Energia Elétrica: N° de consumidores-9.415. Total consumo-999.187.

PRODUÇÃO
Produção: Sua economia baseia-se na cultura de algodão, banana, caju, cana-de-açúcar, mandioca e feijão. Pecuária: bovinos, suínos e aves. Em suas terras foram registradas a ocorrência de Argila.         

Indústrias: 26.

RECURSOS
Repasse do ICMS em 1995: R$ 506.085,89.                

Renda Interna Municipal 1995:
R$ 4.492,00.           
Renda Per Capita 1991:
US$ 293.

PREFEITURA

Endereço:
Rua: Major Crisanto de Almeida,186
CEP:
61.800-000
Fone:
(85) 345-1128
Fax:
(85) 345-1341
Eventos:
Dia do Município (08/outubro), Paixão de Cristo (abril), Festa de Nossa Senhora do Carmo (16/julho), Festa de Nossa Senhora da Conceição (08/dezembro).

www.ceara.com.br
©2003 - Todos os direitos reservados.
Contatos com Webmaster